Skip navigation


DÍVIDA DE SANGUE (Início)

Neto e seu primo Juba sempre tiveram diferenças, desde pequenos os dois não se davam bem. Juba era briguento e sempre a fim de ser o centro das atenções. Nas noitadas de sua cidade São Luís sempre arrumava brigas. Nas festinhas da quermesse da igreja terminava envolvendo Neto, que se metia nas confusões com o intuito de livrá-lo. Era um caso perdido, parecia sempre querer provar algo.

Neto já era bem diferente, desde cedo já desejava uma chance de ser alguém na vida. Perdera o pai muito cedo, por isso queria ajudar à mãe, queria estudar e viajar pra cidade grande onde pensava ele pudesse ter melhores chances. Por isso ele despertava a antipatia do primo, que na verdade sentia mesmo era inveja porque Neto sempre possuíra ideais mais elevados e por isso mais respeitado pelos amigos.

Pois bem, D. Carmem a mãe de Neto, conseguiu para ele na oficina de seu amigo Joel, uma vaga para ajudante de mecânico, e para lá foi Neto, disposto mesmo a aprender tudo o que pudesse, como de fato aconteceu.

Completara o mesmo nessa época a idade de 13 anos (aliás os dois possuíam a mesma idade). Não demorou muito e Neto já arrumava uma vaga para Juba, que meio a contragosto foi aprender também o ofício de “mecânico de caminhões” pois era essa a especialidade da oficina. Neto como era mais atencioso aprendeu tudo bem mais rápido e aos dezoito anos, já era um dos melhores mecânicos da oficina; aliás já sabia dirigir muito bem.

Então decide tornar-se caminhoneiro no que foi logo seguido por Juba, na verdade mais interessado mesmo em disputar com o primo. Foi nessa época que ocorreu um fato interessante; após um furto de certa quantia da oficina onde Juba insinuou ter sido seu primo o autor do furto. Mais tarde graças a uma testemunha descobriu-se ter sido ele próprio a roubar o dinheiro, o que naturalmente lhe rendeu uma expulsão e um pedido de desculpas de seu Joel a Neto, que embora aceitando pois gostava muito de seu antigo mestre, decidiu ir seguir sua própria vida.

E assim aproveitando-se dos contatos que fizera enquanto trabalhara ali, decidiu-se em aceitar um convite de seu Cristovão, antigo cliente, que possuía uma pequena frota de caminhões. Com o qual tempos atrás mantiveram a seguinte conversa:

– Neto, há tempos que te observo, você me parece um bom rapaz, bem responsável.

– É verdade seu Cristovão, quando a gente é pobre, a única coisa que tem valor é nossa honestidade não é mesmo?

– Pois é disso mesmo que eu falava. Olha rapaz eu estou precisando de um motorista lá na minha empresa. Eu soube que você dirige bem, se estiver interessado vá até lá falar comigo.

– Bem, seu Cristóvão eu sempre tive mesmo esse sonho de ser caminhoneiro, viajar o Brasil todo. Mas é que já trabalho há muito tempo e não quero deixar seu Joel na mão; mas obrigado mesmo pelo convite, quem sabe a gente não trabalha juntos um dia.

– É rapaz, você é que sabe, mas a minha oferta está de pé. Qualquer coisa me procure.

E Neto tornou-se assim caminhoneiro e logo tomou gosto pela vida nas estradas esquecendo um pouco o sonho de estudar. D. Carmem ficou meio contrafeita e assim que teve oportunidade inquiriu o filho:

Anúncios

2 Comments

  1. Eu gostei! não consegui ler na integra pq estou tendo uns problemas com o msn. baixei a ultima versaõ que trva e desconecta a todo momento. Voltei pra o 7.0 ea resolução diminui ea letra fica enorme. e os tezts parecem maior que a tela do meu computador. mas eu vou basxar uma outra versaõ, beijos salete mendes

  2. Bem aqui está o link para a segunda parte do conto so clicar nele: https://jorgeluis30.wordpress.com/2008/12/22/bem-segunda-semana-la-vai-um-pedaco-do-conto/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The Picture Book Review

Reviews of Children's Board Books, Picture Books, Activity Books, and Graphic Novels

Portal CQC

Seu portal de notícias sobre o CQC!

Pe. Joãozinho, scj

Just another WordPress.com site

Danimaiolo's Blog

Just another WordPress.com site

%d blogueiros gostam disto: