Skip navigation


INTRADUZÍVEL

Vou precisar de mil notas
Pra fazer uma canção
Vou precisar de mil versos
P’ra escrever um poema

E tudo… porque tentei traduzir-te

Alma minha de dissabores e agonia
Alma tua brasa pulsante
Contém nela toda a vida

Minha boca quedou disforme
Nem principiar consegui
Ao primeiro verso que desgraça!
Fugiram todos os verbos de mim

Tanto e tanto e o que mais quero
É poder definir-te
Pois minha alma perdeu-se
Quando se uniu a tua
E agora já não sei quem sou

Tampouco a música me dá alento
Como a um pássaro triste
Como que perdido dos seus
Meus gorjeios são infames
De nada servem
Não cabem a uma canção

Por querer o Intraduzível
Poeta louco e insano me tornei
Persegui mil desenganos
Afoguei-me em devaneios

Tudo por não saber compreender
Que ninguém pode traduzir
O AMOR…

J. Sollo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The Picture Book Review

Reviews of Children's Board Books, Picture Books, Activity Books, and Graphic Novels

Portal CQC

Seu portal de notícias sobre o CQC!

Pe. Joãozinho, scj

Just another WordPress.com site

Danimaiolo's Blog

Just another WordPress.com site

%d blogueiros gostam disto: