Skip navigation


UM AMOR ADOLESCENTE

amor adolescente

Continuação do conto, se vc não leu a parte anterior clique nesse link para ler antes https://jorgeluis30.wordpress.com/2013/02/24/168/

Dara pelo jeito sentia o mesmo, pois parece que flutuava e desejava muito ficar a sós com ele. Queria conhecê-lo mais, estava com saudade da voz dele. Quando terminou o horário, Dara deu um olhar para João e caminhou para a porta, quando estava saindo alguém a puxa pelo braço. Maria também dá um olhar de alerta para João e sai no encalço da amiga. João pôde ver quem as acompanhava, era um rapaz mais ou menos da sua altura. Já se preparava para sair atrás deles quando a mãe subitamente aparece à porta:

– Vamos João, quero que vá ao supermercado comigo.

– Agora mãe? – João fica desolado.

– Mas o que há? Não combinamos desde ontem que após as aulas nos iríamos fazer as compras da semana?

– Desculpe mãe – ele resigna-se “mas quem diabos era aquele cara que puxou Dara pelo braço” e porque ela foi calada? Desistiu de entender, afinal eles não eram nada mais que amigos e recentes. Poderia conversar com ela mais tarde, haveria tempo.

Enquanto faziam as tais compras com a mãe, não deixava de pensar em Dara um só minuto, poderia telefonar-lhe à noite e… “putz” lembrou-“se “de que no encontro não pedira o número dela” que maçada”. Para se consolar lembrou-se de uma quadrinha que a mãe lhe ensinara tempos atrás.

“Meu pensamento é asa e me faz voar,

Pelos caminhos do mundo procurando te encontrar”

A mãe vendo o filho a cismar sozinho, quis saber do que se tratava:

– Que foi campeão? Está chateado?

– Hein? – assustou-se ele – Nada mãe, só pensando na vida. A mãe achou graça da seriedade do seu garoto “a que vida” um adolescente de 17 anos se referia?

Sábado bonito ensolarado. João decide ir à casa de seus amigos para convidá-los a pegar uma praia. Pensara em Dara toda a noite. Aquele rostinho lindo não lhe saíra da mente. Mas o sonho foi estranho, Dara dizia que não poderia ficar com ele, que gostava de outra pessoa. Seria aquele rapaz que vira com ela àquele dia na escola? O melhor seria esperar para perguntar.

Na casa dos amigos o clima ainda estava bem animado por causa do nascimento do bebê. Mal João entrou Kátia o arrastou para o quarto do bebê a fim de mostrar o irmãozinho. João olhou curiosamente o recém-nascido, achou estranha aquela coisinha de rosto meio inchado que o olhava com certo enfado.

– Que lindo que é – mentiu deslavadamente.

– Não é mesmo uma gracinha? – ela se derreteu toda. César que havia entrado sem que se dessem conta emendou:

– Pois pra mim, ele tem cara de joelho!

– Despeitado! – diz Kátia ficando vermelha.

João resolveu intervir antes que começassem a brigar, que feio, ali na frente do neném.

– Que tal irmos à praia? Já viram que dia mais ensolarado? – Concordaram unanimemente; e tocaram a se arrumar.

“A diferença entre o amor e a amizade,

Está na forma de se querer alguém”

A praia estava uma maravilha, sol lindo, céu azul. César levou uma bola de voleibol. João brinca de todo jeito tentando não pensar na sua fada. Mas parece que a garota já se tinha entranhado em seu interior. Kátia fazia de tudo para agradar ao amigo e ser notada. César só observava, ele fazia gosto nisso afinal era seu amigo de fé. Mas ele percebia que João estava um pouco distante. Às vezes o pegava em silêncio olhando para longe como se esperasse ver alguém. João não escondia nada dos amigos, mas ainda não queria falar de Dara sem ter certeza sobre ela. Assim passou o dia, quando se preparavam para vir, decidiram ir tomar uma água de coco. Enquanto caminhavam até a barraca João viu o seu “anjo loiro”. Foi como se faltasse o chão. Lá vinha ela toda graciosa de braços dados com Maria. Usava um biquíni minúsculo que realçava ainda mais as formas perfeitas e descobria os pelinhos louros da barriga e das pernas. Maria também era muito bonita, no estilo chinesinha tinha longos cabelos negros e bem feita de corpo. O que César logo percebeu.

– Oi João! – gracejou ela – não vai falar com a gente?

– Descul… pe, eu… – lá ia ele de novo se atrapalhar com as palavras. Finalmente conseguiu falar:

– Oi Dara, oi Maria, não pensei que iria encontrar vocês aqui. Esses são meus amigos César e Kátia.

– Oi pessoal – diz Dara – a gente já estava até indo embora. Enquanto falava Dara sorria para João que estava maravilhado por ela. Kátia percebeu tudo pelo olhar dos dois e correu a dependurar-se no braço do amigo. Disse já emburrada:

– Nós também já estamos indo – saiu puxando João pelo braço, que mal pôde se despedir de Dara. Esta se entristeceu e decidiu sair logo dali, puxando Maria pelo braço que também foi meio contrafeita, pois estava num início de flerte com César. Este “xingou” mentalmente a irmã, mas já sabia quem iria lhe informar sobre “a chinesinha”. Seu amigo teria que lhe contar toda aquela história.

João não havia entendido o porquê de Kátia tê-lo arrastado com tanta pressa, outra vez mal teve tempo de falar com a menina que tirava seu sono. Então resolveu contar logo tudo para os dois. Chamou-os a parte e contou toda a história do seu encontro com Dara e como ficaram amigos. César achou o máximo, também se interessara pela amiga dela. Estava doido para perguntar o que João sabia sobre a menina. Kátia, no entanto estava furiosa “que boba fora esperando que João percebesse que gostava dele” agora aparecia essa “lambisgóia” querendo roubar seu amor. Teria que fazer alguma coisa para não perder João… “tudo bem, se ela atacou, eu também posso atacar”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The Picture Book Review

Reviews of Children's Board Books, Picture Books, Activity Books, and Graphic Novels

Portal CQC

Seu portal de notícias sobre o CQC!

Pe. Joãozinho, scj

Just another WordPress.com site

Danimaiolo's Blog

Just another WordPress.com site

%d blogueiros gostam disto: